A alegria de se cuidar

O dia não foi bom e o peso dos problemas estão pesando nos ombros? Nada como aquela reconexão consigo mesmo com algumas atitudes simples durante o seu cotidiano.

Por Leonardo Costa

A falta de contato com a própria essência impede a manifestação do indivíduo de forma ampla e, em muitos casos, pode gerar doença”, afirma Alex Botsaris em seu livro “O Prazer de se cuidar”.

Autoconhecimento
O autoconhecimento é identificado como o melhor interlocutor para melhorar a sua saúde.

Segundo Botsaris, “O cuidado da saúde deve começar a partir de uma boa conversa consigo”. E, nada melhor que aquela reflexão sobre o seu dia para entender o que está acontecendo com o seu corpo. Uma ou duas vezes na semana, escolha um local sossegado e resgate os detalhes do seu dia.

Repasse as atividades, incluindo o trajeto de casa pro trabalho, as suas refeições e as reações e sensações após se alimentar, a quantidade de vezes que foi ao banheiro, a água que ingeriu durante o dia, se ocorreu alguma indisposição ou dor. Não esquecendo dos momentos divertidos e pessoas que você também encontrou.

Este exercício, depois que inserido no seu cotidiano, irá contribuir para aumentar a sua atenção ao que está acontecendo na sua vida e no seu corpo. O diálogo com o corpo irá acontecer naturalmente, lhe ajudando a cada vez mais estar em sintonia consigo, criando o hábito de cuidar de si.

Imagem x Saúde
Equivocadamente, percebemos a sociedade e a sua ideologia da aparência. É algo sério que é

preciso ser observado com muito cuidado. Criando um estado de confusão, algumas pessoas focam na valorização excessiva da imagem e não cuidam do seu interior, da saúde. O autor chega a comparar que não adianta aprimorar a embalagem se o produto no interior não está com qualidade.

É preciso tentar reverter este movimento divergente da essência humana, pois ela pode criar

um vazio. Porém, o movimento contrário, a busca das ferramentas para reestabelecer contato com a própria essência de acontecer de forma natural, sem pressão. Deve ser prazerosa e respeitar o princípio da harmonia consigo e o universo.

Reconexão
Segundo alguns psicólogos, quando somos bebês temos uma conexão instintiva com a nossa

essência. Conforme vamos crescendo, acabamos nos distanciando devido a influência que sofremos da sociedade e de outros meios externos que frequentamos. Enquanto adultos, precisaremos de um movimento de reconexão, para que a essência seja percebida.

As atividades físicas e meditação são ferramentas que podem conduzir a reconexão. Aumentar o contato com a natureza e estimular os sentidos como: Olfato, cheirando as flores e o ambiente ao seu redor; Tato com o caminhar sem calçados, sentindo a terra, tocar nas árvores e pedras no caminho, e aquele mergulho na água, rio, cachoeira ou mar.

A respiração também pode ser um dos caminhos. É um exercício que pode ser feito em diversas posições e a qualquer momento, seja na condução ou enquanto espera por um atendimento. Como o que mais temos em nossas vidas são filas de esperar, aproveite para respirar e se reconectar. O simples ato da respiração consciente já prepara a sua mente para quando puder fazer uma ligação mais profunda.

Havendo mais tempo para este momento de respiração, esteja sempre descalço e foque na utilização do diafragma, respirando mais pelo nariz. Coloque toda a atenção na respiração e diminua cada vez mais o seu ritmo, deixe-a lenta, pausada e no mesmo ritmo. Após este compasso, é normal sentir algum formigamento. Neste momento, foque a atenção no seu corpo.

Perceba os seus pés e suba gradativamente por cada região, isoladamente, até chegar a cabeça. Foque em cada pé, mão e braço, não acumule as partes do corpo. Em cada parte, feche um ciclo de respiração, imaginando a região se dilatando e contraindo junto com o movimento da respiração. Isto ajudará na concentração.

A sensação de formigamento nas mãos é sinal de concentração de energia. Para finalizar, coloque as mãos na região lombar, em seguida na pelve, no abdômen, no tórax e na face, fazendo um movimento respiratório em cada área, finalizando o exercício.

Águas que curam
A água é um líquido muito especial e representa a fonte da vida, não apenas simbolicamente, mas também na estrutura evolucional do nosso pequeno planetinha azul. Com propriedades extremamente particulares, ela representa cerca de 70% do nosso corpo, sendo capaz de conduzir as reações químicas no organismo. A ingestão de água é fundamental para a manutenção da saúde do corpo.

Beba mais água. A água que ingerimos circula pelo organismo, se carregando de impurezas que são filtradas pelos rins e excretadas pela urina. O processo de limpeza efetuado pelos rins requer muita água, logo, beba e mantenha o equilíbrio. Se beber mais de 2 litros de água é desafiador, incremente colocando rodelas de frutas e algumas especiarias como canela para incrementar o sabor e facilitar o consumo.

Outra opção é a água de coco, chás ou suco de frutas que podem ajudar no processo de limpeza efetuado pelos rins. Camomila, erva-cidreira, erva-doce, hortelã e capim-limão são boas indicações para quem procura um momento relaxante (pode ser gelado também). Escolha beber o chá após aquele banho revigorante.

Durante o banho, explore as texturas e aromas. Coloque aquela música relaxante, se encha de espuma com a fragrância que mais lhe agrade e faça uma faxina no seu corpo. Use tapetes de algodão para uma sensação mais natural. Abuse das possibilidades dos aromas.

Use uma bucha vegetal para ajudar na limpeza e massagem corporal. Além de ser sustentável, a bucha vegetal é indicada por apresentar benefícios para a saúde e estética da pele. Além da sua esfoliação natural, a bucha estimula as glândulas sebáceas e melhoram a hidratação da pele. O seu massagear leve sobre as celulites ativam a circulação local, podendo reduzir a aparência da celulite.

Aromaterapia
Os óleos essenciais podem ser utilizados de diversas formas, seja nos banhos aromáticos, cosméticos e em massagens. Eles também podem ser utilizados nos difusores de aromas elétricos ou a vela. Basta acrescentar algumas gotas na água e o ambiente será perfumado com a fragrância. Mas cada essência tem o seu propósito e integração.

A lavanda é ótima para relaxar, diminuir ansiedade, insônia e dores da enxaqueca. A laranja é indicada para deixar o humor nas alturas. A sálvia melhora a memória e a atenção. O alecrim é perfeito para aumentar a energia e diminuir o cansaço. A hortelã também reduz a fadiga e o desejo por chocolate, fica a dica. Já a canela reduz o sentimento de frustração e também ajuda na concentração.

Automassagem
Às vezes não temos alguém disposto ou disponível para fazer aquela massagem relaxante e nem sempre teremos disponibilidade financeira para contratar o serviço especializado de um profissional em massagem relaxante. Já pensou em experimentar a automassagem? Sim, é possível aquela sensação de relaxamento, sem depender de outra pessoa.

Alguns minutos já são suficientes para diminuir a tensão do dia a dia. Além de você ter um momento só seu, ela também ajudará na compreensão do próprio corpo. Esta prática traz benefícios tanto físicos quanto mentais: Alívio das tensões emocionais ocasionadas pelos problemas diários; Diminuição das dores musculares e cansaço; Ativação da circulação sanguínea, melhorando a oxigenação na região massageada.

Para aliviar as dores de cabeça é indicada uma boa massagem nos ombros e pescoço. Faça movimentos circulares, começando pelo ombro. Por ser considerado como um famoso ponto de tensão, o pescoço merece todo o cuidado e atenção. Faça movimentos laterais à coluna, da base da cabeça até os ombros. Faça quantas vezes achar necessário. Termine com pequenos círculos com intensidade maior nas vértebras do pescoço.

Segundo Botsaris, “O cuidado da saúde deve começar a partir de uma boa conversa consigo”. E, nada melhor que aquela reflexão sobre o seu dia para entender o que está acontecendo com o seu corpo.

Os óleos, loções ou pomadas são perfeitos para as massagens, pois ajudam a aquecer a região trabalhada. Segundo alguns especialistas, isto ajuda a soltar a musculatura, tendo melhores resultados. Não se esqueça de ambientar a automassagem com uma música agradável, propícia ao relaxamento.

Música
A música está em todos os lugares, desde os smartphones até a natureza. Com o poder de mexer com as nossas emoções e transformar o nosso estado mental, ela é capaz de nos fazer viajar no tempo e outros benefícios como melhorar a nossa memória. Traga a música para a sua vida, crie uma playlist para cada momento do seu dia.

Apesar da sua influência no processo de ensino, nos atentaremos apenas na sua influência psicológica e sentimental. Capaz de resgatar memórias, por que não nos conectarmos com as melhores e mais positivas? A música no tom certo pode fazer milagres. Sintonize o seu cotidiano com músicas leves, alegres, agitadas, de acordo com o momento.

A música nos influencia desde a nossa geração no ventre. Nietzsche afirmou que, “sem música a vida seria um erro”. Que tal acertarmos nas escolhas e animar a espera em uma fila, a criação de uma planilha, a ida para o trabalho ou o retorno pra casa? Melhore a sua qualidade de vida, aprimore as suas experiências e colecione sentimentos positivos. Seja a melhor versão de si mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *