Home Office

Por Leonardo Costa

A modalidade que mais cresceu no Brasil trouxe desafios. Que podem ser superados com disciplina, foco e organização.

Traduzido diretamente do inglês, Home Office significa escritório em casa. É quando os colaboradores executam as suas atividades de trabalho em casa. Para os que trabalham em atividades administrativas ou estruturas internas de escritórios, é comum a utilização de programas e estruturas digitais para acesso, comunicação e desenvolvimento do trabalho.
Com o novo cenário mundial de pandemia, literalmente, tivemos que levar o trabalho pra casa e transformarmos um pedacinho do lar em escritório. Em 2020, a modalidade Home Office que antes era uma prática minoritária se tornou desejada nas pequenas, médias e grandes empresas.
Muitos ainda não estavam preparados para esta modalidade e de repente, se viram em casa agilizando espaço, mobília, equipamentos, conexão com internet e tudo o mais para poder trabalhar. Hoje, alguns instrumentos podem estar mais ajustados e as rotinas melhores definidas, mas ainda assim podemos perceber que alguns pontos desafiadores podem ser melhorados.
Então, em nossa pesquisa encontramos algumas dicas que podem ajudar a manter a qualidade e o rendimento profissional ao longo deste período. Segundo alguns especialistas, primeiro é preciso romper aquele pensamento que coloca a vida profissional em oposição a vida pessoal. Um não compete com o outro. É possível conviver com a família e trabalhar de forma harmoniosa, equilibrando estes dois espaços.

Reveja os valores

Com o trabalho em Home Office, especialistas afirmam que é necessária uma mudança de paradigma. Antes, os colaboradores produtivos que eram identificados pelos seus esforços, agora serão identificados pelo seu valor. Os colaboradores começam a trabalhar por resultado e reconhecimento, tendo como base o acordo de prazos e entregas de resultados. A mudança de paradigma traz uma reflexão sobre o que realmente tem importância na avaliação profissional de quem está em Home Office.

O ambiente

Prepare um espaço na sua casa que possa ter o mínimo de tranquilidade para o desempenho das suas atividades. Sabemos que nem todos dispõem de espaço extra em casa para montar local de trabalho, mas é importante ter o mínimo de isolamento e conforto para se concentrar na execução das tarefas. Utilize coisas que te inspiram como plantas, cores, músicas ou quadros. Ou, sente-se perto de uma janela.

Família, amigos e vizinhos

Dialogue com todas as pessoas próximas sobre o seu Home Office. É essencial que todos entendam que você não está disponível para assuntos aleatórios, mesmo estando em casa. Coisas simples como ir ao mercado, levar as crianças na escola ou arrumar a casa podem facilmente se sobrepor ao seu tempo dedicado ao trabalho. Logo, poderá perder o controle das atividades e comprometer o seu planejamento e o foco.

Equilíbrio

Pesquisadores identificam que as pessoas que tem um perfil mais comunicativo e extrovertido tem mais dificuldade em desenvolver foco e disciplina. Por outro lado, quem tem o perfil excessivamente disciplinado tende a se estressar muito mais, por se preocupar com projetos, reuniões e otimização do tempo. Já refletiu sobre qual é o seu perfil?
O equilíbrio entre os dois perfis é a chave para uma vida profissional saudável. Outro ponto é a comunicação e feedback do andamento de tudo que está sendo desenvolvido. Gerenciar e acompanhar as atividades virtualmente se torna fácil com as ferramentas corretas quando todos atualizam as informações.

Ergonomia e Dicas

Não resuma a ergonomia a uma mesa e uma boa cadeira. Segundo o ergonomista Omar Alexandre, “ergonomia é tudo, tudo é ergonomia”. A frase reforça a grandeza do desenvolvimento da percepção dos fatores de riscos ergonômicos, que podem prejudicar o seu desempenho. Eles estão agrupados em: Mobiliário e equipamentos, biomecânicos, ambientais, organizacionais, psicossociais e cognitivos.
Atente-se a sua estação de trabalho em casa. Não a improvise. Utilize cadeira com assento adequado, encosto, regulagem e ajustes. Não se esprema, tenha espaço para movimentar braços e pernas. Organize-o de uma forma que os utensílios estejam ao seu alcance e com o devido espaço para organizá-los e manipulá-los. Além de tudo estar compatível com os seus aspectos físicos.
A sua biomecânica precisa estar equilibrada. Posturas inadequadas ao longo do dia podem causar lesões e dores musculares. Não fique sentado e repetindo movimentos como a digitação por muito tempo.
Mantenha um ambiente silencioso, sem desconforto acústico. Se necessário, avise aos seus vizinhos que está em Home Office, para que possam se atentar e diminuir a produção de sons inesperados. Não se esqueça da iluminação e o posicionamento do seu monitor, evitando sombras e reflexos que possam prejudicar a sua visão.
Um bom desempenho está alinhado com uma boa organização. Metas muito rigorosas não trazem bons resultados. Equilibre o seu tempo de trabalho com o repouso. Crie um planejamento com prioridades e metas para que não ocorra uma má gestão do seu tempo.
A sobrecarga de trabalho mental, por alto nível de concentração, atenção e memória prejudicam os fatores psicossociais e cognitivos. Procure evitar as situações de estresse e a sobrecarga de trabalho mental. Muitas das vezes somos exigidos a ter um alto nível de concentração, atenção e memória. Alinhado com frequentes interrupções, podem causar uma difícil condição de comunicação.

Se cuide

Alguns locais de trabalho como a ASSIST prezam pela qualidade de vida no ambiente de trabalho e implementam na rotina de seus colaboradores um momento de intervalo para cuidarem da saúde. O mesmo deve ser feito no Home Office. Ficar na mesma posição, repetindo movimentos nos equipamentos de trabalho e os vícios de postura podem causar lesões.
A ginástica laboral é baseada em técnicas de fortalecimento muscular, respiração, percepção corporal, reeducação postural e alongamento. Ela dura entre 10 e 15 minutos, contribuindo para melhora da saúde, prevenindo lesões por esforços repetitivos e outras doenças provocadas pela atividade ocupacional.
O educador físico Anderson Carvalho aconselha que o ginástica seja feita por no mínimo 1 vez por dia, de 3 a 4 dias na semana. O simples ato de se levantar da cadeira e movimentar o corpo, se alongando de forma correta e articulada pode fazer muita diferença ao longo das semanas.
O Home Office pode ser considerado como o grande desafio profissional em 2020. O caminho do sucesso pede disciplina e planejamento. Lembre-se: Estabeleça as suas horas de trabalho, planeje o seu dia, se arrume, utilize um espaço saudável em casa, evite distrações e descanse. Bom trabalho, em casa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *