Assistência médica ambulatorial: o que é e como se beneficiar

médico e idosa paciente em assistência médica ambulatorial

A assistência médica ambulatorial é como podemos caracterizar alguns tipos de atendimentos na área da saúde. Ela serve em especial às questões mais simples e que requerem um cuidado mais básico.

Por isso, a assistência ambulatorial se diferencia de outras. Mas quais são as suas características? Como ela traz benefícios ao sistema de saúde e às pessoas? Leia e entenda!

O que é a assistência médica ambulatorial?

Médico com um estetoscópio nas mãos e fundo do hospital em assistência médica ambulatorial

Para que o sistema de saúde funcione corretamente, ele é dividido entre algumas partes. Então, cada uma dessas partes é responsável por um tipo de tarefa distinto.

Neste caso, a assistência médica ambulatorial (AMA) é um conceito de importante entendimento. Ele faz parte desse contexto, auxiliando principalmente para que o fluxo do sistema de saúde ocorra sem tanta sobrecarga.

Dessa forma, uma unidade de saúde com esse serviço se caracteriza por algumas funções. Em primeiro lugar, ela faz o atendimento médico sem necessidade de agendamento.

Além disso, também é oferecido o atendimento em algumas especialidades básicas. O principal objetivo é atender os casos de baixa complexidade. Assim, retira parte da carga do sistema de saúde.

Em geral, esse tipo de unidade de saúde não tem internação. Ou seja, é algo bem diferente de um hospital. Isso ocorre justamente por não atender casos de maior complexidade.

Mas e se o paciente necessitar de uma internação? Bom, nessas situações, o serviço de assistência médica ambulatorial deve transferir o paciente ou orientá-lo sobre como fazer isso. Isso ocorre porque ela não é capacitada para tais atendimentos.

Embora não sirva para todos os casos, veja que já ajuda bastante. A partir dessas características, a assistência médica ambulatorial  agiliza atendimentos. Isso é positivo tanto para o paciente, atendido logo, quanto para o sistema, com menores filas em hospitais.

Dados apontam que de 70 a 80% de pacientes com doenças crônicas têm quadros de menor complexidade. Dessa forma, são exemplos de quem pode ser atendido por esse tipo de sistema.

Quais são as diferenças para outros tipos de assistência?

Assim como falamos antes, a assistência médica ambulatorial é destinada aos casos mais simples. Isto é, aqueles de baixa e média complexidade. Todo o objetivo é acelerar o atendimento e delegar os mais complexos às especialidades que o paciente necessita.

No entanto, este não é o único tipo de atendimento médico existente. Além da assistência médica ambulatorial, existem outras. Ela serve apenas para uma parte das tarefas. 

Para outros casos, como nos mais complexos, outras estruturas são necessárias. Afinal, estes casos existem e precisam ser atendidos, não é mesmo?

Por isso, há outros como o atendimento médico hospitalar e o emergencial e de urgência. Via de regra, eles servem para casos mais graves e que, como sugere o nome, são mais urgentes.

Na saúde, uma urgência é algo que provoca uma alteração súbita na saúde. Embora não tenha risco de vida, ela precisa ser atendida o mais rápido possível. 

A emergência se assemelha porque também há necessidade de atendimento imediato. Porém, ela tem um risco mais alto que na urgência, podendo levar o paciente à morte.

Para esses casos, a assistência médica indicada não é a ambulatorial. Em vez disso, o certo é procurar um local destinado a atender casos graves, como os citados acima.

Quais são os benefícios da assistência médica ambulatorial?

Pediatra examinando menina com estetoscópio durante pandemia de coronavírus em uma consulta de assistência médica ambulatorial

A assistência médica ambulatorial existe devido aos seus  benefícios relacionados. Alguns deles já foram possíveis de identificar até aqui, concorda? 

A principal vantagem é desafogar o sistema de saúde como um todo. Uma vez que é possível atender casos menos graves, faz com que o paciente não tenha de procurar locais destinados a atenderem urgências e emergências, como hospitais.

Dessa forma, a assistência ambulatorial absorve parte da demanda dos grandes hospitais. E, assim, ajuda a diminuir as filas de atendimentos nestes locais.

Ou seja, o benefício é tanto para o sistema quanto para o paciente. No caso do paciente, é atendido em um período menor do que seria caso esse tipo de atendimento não existisse.

Entre os principais serviços oferecidos, estão alguns de diagnóstico e acompanhamento. Assim sendo, casos de hipertensão, alergias alimentares, curativos, entre outros, podem ser feitos nestes locais.

Quais são as principais especialidades atendidas?

Existem alguns tipos de especialidades que são mais vistas na assistência médica ambulatorial. Estas são aquelas mais gerais e que acompanham doenças crônicas mais comuns, como clínica geral e oftalmologia, por exemplo.

Começando pela clínica geral, ela é responsável por entender o corpo de uma forma geral. Este médico irá atendê-lo para casos mais amplos. Ele pode tanto tratar o paciente quanto encaminhar para o especialista indicado para as doenças da pessoa.

Uma especialidade parecida é a pediatria. Ele é como se fosse o clínico geral para crianças. Dessa forma, a descrição é praticamente a mesma. Ele pode acompanhar o paciente ou encaminhá-lo, se necessário.

Porém, também há profissionais de áreas mais específicas que atendem na assistência médica ambulatorial. Um deles é o ginecologista. Voltado para a saúde das mulheres, visa a prevenção, o diagnóstico e o tratamento de questões do trato reprodutor delas.

O oftalmologista é aquele que cuida dos problemas de visão. Eles são cada vez mais comuns. Quem não conhece alguém com miopia, hipermetropia ou algo assim, concorda? Este profissional previne e trata doenças deste tipo.

Além desses exemplos, existem outros que também podem ser consultados na assistência ambulatorial. A ideia é a mesma que já mencionamos: cuidar de casos de baixa complexidade, diminuindo a fila de espera.

Quer entender mais sobre esse assunto? Então clique aqui e acompanhe nosso blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.