Até os animais tem anjos

Quem não gosta de ser recebido com muito amor quando chega a casa após um dia cansativo de trabalho?

Um animal de estimação expressa para o seu dono esse amor incondicional. Não há como ficar com um coração duro ao receber o carinho de um pet, mas cuidar de bicho de estimação não é só bônus. Quem tem animais sabe que o cuidar de um animal requer dedicação, dar banho, vacinar, levar ao veterinário, propiciar um local tranquilo e agradável para o amigo peludo, mas nem todos tem essa consciência quando resolvem levar um bicho para casa.

A população de animais de rua é muito grande. Nem todos os municípios possuem abrigos para animais. Alguns voluntários tentam amenizar esta situação, como é o caso do projeto Vem Cãomigo. Coordenado pelo Contador Dayvison Quadros, o projeto atua no município de São Gonçalo e tem a nobre missão de procurar lares temporários e adotantes definitivos para os animais recolhidos. Dayvison revela que o sonho dele é “trazer vida digna ao maior número de animais!”.

O projeto também funciona com o esquema de apadrinhamento. Quando a pessoa não pode ter o animal na sua residência, ela arca com o custo daquele pet. “Apadrinhar um animal é contribuir diretamente para a sua proteção e bem estar. Muitas vezes, a pessoa tem vontade de adotar, mas mora em local pequeno ou já possui outros animais. Com o apadrinhamento é possível tratar o animal e ainda buscar uma adoção responsável para ele”, afirma Deyvison.

A preocupação em oferecer um bom serviço de voluntariado é que faz com que a atuação seja um pouco limitada. Como não existe um abrigo, o grupo não consegue recolher muitos cães. A dificuldade financeira também acaba sendo outro impasse. “Não adianta comprar ração barata que não contenham os nutrientes para o animal e nem recolher sobras de comidas em restaurantes cheios de palitos e tampas de garrafas e depois ter que gastar dinheiro com veterinário. O projeto não tem o objetivo de ser um lixão vivo de animais, onde os bichinhos serão mantidos ali em condições precárias”, afirma o coordenador do projeto.

O projeto também realiza feiras de adoção na Praça Zé Garoto, em São Gonçalo, onde conta com o apoio da Prefeitura da cidade e da Secretaria de Meio Ambiente. Todos os animais que são expostos nas feiras de adoção são vacinados e castrados. No perfil do facebook, há informações sobre o projeto e as ações futuras: Vem Cãomigo: www.facebook.com/vemcaomigoadotar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.